Desempenho das Exportações Brasileiras de Grãos

Fechamento Junho / 2017 - 1º Semestre

Desempenho das Exportações Brasileiras de Grãos – Fechamento Junho

1º Semestre 2017

SOJA

O último mês de junho manteve o alto volume das exportações de soja, encerrando com um total de 8.3 milhões de toneladas embarcadas no mês. No acumulado do ano, as exportações brasileiras de soja totalizam 45.5 milhões de toneladas destinadas ao mercado internacional, sendo este o maior volume já registrado em um primeiro semestre, desde o início das exportações do grão pelo país.

A eficácia dos portos brasileiros tem sido colocada à prova neste ano, com movimentação de grãos acima das médias dos últimos anos, e estes vem respondendo de maneira extremamente positiva. O porto de Santos, principal destino da soja que é exportada pelo Brasil, foi responsável pelo embarque aproximadamente 15 milhões de toneladas neste ano, com crescimento de cerca de 12% em comparação a sua movimentação no primeiro semestre do ano passado.

Os portos localizados no norte do país também apresentam desempenho e crescimento acima da média neste ano, o que contribui fortemente para que as metas de exportação para 2017 sejam atingidas ao final do período. Neste primeiro semestre, 12.2 milhões de toneladas foram embarcadas por portos do arco-norte do Brasil, o que representa um crescimento de mais de 40% em relação ao mesmo período de 2016. Como destaques, merecem menção o porto de Itaqui, em São Luis/MA, que foi responsável pelo embarque de aproximadamente 4 milhões de toneladas, 35% acima do registrado no mesmo período ano passado, e o porto de Barcarena/PA, por onde foram embarcadas 3.3 milhões de toneladas no primeiro semestre, e que apresenta o maior crescimento percentual em relação ao ano passado, 84% acima.

A participação chinesa no mercado exportador brasileiro segue próxima de 78% do volume total exportado pelo país.

Para o segundo semestre, os exportadores de soja poderão encontrar certa resistência junto aos produtores, que buscam comercializar o restante da safra a preços mais atrativos. Este cenário, entretanto, não deverá prejudicar as exportações a ponto de diminuir as estimativas do setor.

Em julho deverão ser exportadas aproximadamente 7 milhões de toneladas, das quais 4.2 milhões já encontram-se programadas para embarque pelos diferentes portos do país.

Nossa estimativa é a de que, ao final de 2017, as exportações de soja alcancem um total entre 61 e 62 milhões de toneladas embarcadas, estabelecendo uma nova marca recorde na exportação do grão pelo Brasil

MILHO

Os embarques de milho no último mês de junho foram muito acima da média, totalizando 977 mil toneladas exportadas, sendo este o maior volume já registrado para o mês, o que traz grande confiança ao setor exportador, de que este ano deverá concretizar a retomada do mercado perdido no ano anterior.

No acumulado do primeiro semestre, as exportações de milho totalizam 3 milhões de toneladas, muito próximo ao volume exportado no primeiro semestre de 2015, ano onde foi registrado o maior volume de exportação de milho pelo Brasil, com 30.7 milhões de toneladas.

Apesar dos baixos preços no mercado, a realização dos leilões PEPRO pela CONAB, realizado no estado de Mato Grosso, contribuíram para alavancar a comercialização do grão, disponibilizando o produto para exportação. Existe a expectativa de realização de leilões PEPRO de milho, já nas próximas semanas, nos estados de Goiás e Mato Grosso do Sul.

Para o mês de julho, grandes volumes de milho para exportação devem chegar aos portos do país, iniciando com maior intensidade os embarques. Um total de 2.7 milhões de toneladas de milho já estão programadas para embarque neste mês.

Nossa estimativa é de que sejam exportadas até o final do ano, aproximadamente 30 milhões de toneladas de milho.

Elaboração: ANEC

logo

Contato

  • Av. Brigadeiro Faria Lima, 1656
    8º andar -Conj 8 A
    Jd. Paulistano -São Paulo - SP - Brasil
  • (11) 3039-5599 | (11) 3039-5597