Desempenho das Exportações Brasileiras de Grãos

Fechamento Abril / 2016

Desempenho das Exportações Brasileiras de Grãos – Fechamento Abril/2016

SOJA

As exportações brasileiras de soja registraram recorde de quantidade embarcada num único mês, ultrapassando pela primeira vez a marca de mais de 10 milhões de toneladas, totalizando 10.3 milhões de toneladas exportadas. O recorde anterior havia sido registrado também em abril, mês de maior movimentação no escoamento da safra de soja, no ano de 2015, onde foram exportadas 9.2 milhões de toneladas.

O volume de soja exportada entre janeiro e abril deste ano é de 23.6 milhões de toneladas, o que representa um aumento de aproximadamente 37% em relação a quantidade de soja embarcada no mesmo período em 2015.

O porto de Santos foi responsável por 39% do total de soja exportada em 2016, seguido por Paranaguá, com 19%, e Rio Grande, com aproximadamente 10%.

Destacamos como grandes responsáveis pelo excelente desempenho das exportações de soja este ano, a eficácia do porto de Santos, que embarcou 47% de soja a mais do que no ano de 2015, entre janeiro e abril, e a recuperação do Porto de Paranaguá, que neste momento volta a ser o segundo porto mais utilizado para o escoamento da soja no país, tendo embarcado até o momento, volume 65% superior ao registrado no ano anterior.

O escoamento por portos na região norte do país continuam a registrar crescimento em comparação com anos anteriores sendo que, somente de 2015 para 2016, observados os volumes embarcados entre janeiro e abril, o crescimento foi de aproximadamente 55%. Somados, os portos do denominado arco-norte, foram responsáveis por aproximadamente 22% do volume total de soja embarcado entre janeiro e abril de 2016.

A China foi o destino de 80% das exportações brasileiras de soja neste ano. Segundo informações de empresas importadoras chinesas, o país deverá aumentar ainda mais sua demanda pela oleaginosa brasileira em função, principalmente, do câmbio elevado, que torna nossa soja mais competitiva no mercado internacional em relação ao nosso principal concorrente, os EUA.

Nossa estimativa é de que até o final do ano, o volume total de soja exportada pelo país fique em torno de 57 milhões de toneladas.

MILHO

Com os estoques baixos no final da safra de milho, as exportações brasileiras da commodity registraram 187 mil toneladas embarcadas no mês de abril.

O total acumulado entre janeiro e abril é de 7.4 milhões de toneladas, volume quase 140% superior ao registrado no mesmo período em 2015, ano onde foi registrado o recorde de exportação de milho pelo Brasil.

Assim como na soja, os portos de Santos e Paranaguá foram os mais utilizados para o escoamento de milho no início deste ano, com participação de 28% e 25% do total exportado pelo país, respectivamente. Também foram os portos que registraram maior crescimento em volume embarcado, em comparação com o ano de 2015, registrando 2.4 milhões de toneladas a mais do que o volume embarcado no ano anterior. Esse valor representa aproximadamente 57% do volume a mais, embarcado em 2016, em relação ao ano passado.

Nossa estimativa é de que sejam exportadas aproximadamente 30 milhões de toneladas de milho até o final do ano. Entretanto, caso confirmadas as notícias de queda de produtividade na região centro-oeste do país para o milho segunda safra, em função de falta de chuvas, nossas previsões poderão ser revisadas já no próximo levantamento.

Elaboração: ANEC

logo

Contato

  • Av. Brigadeiro Faria Lima, 1656
    8º andar -Conj 8 A
    Jd. Paulistano -São Paulo - SP - Brasil
  • (11) 3039-5599 | (11) 3039-5597