Desempenho das Exportações Brasileiras de Grãos

Fechamento Fevereiro / 2016

Desempenho das Exportações Brasileiras de Grãos – Fechamento Fevereiro/2016

SOJA

O mês de fevereiro registrou um total de 3.9 milhões de toneladas de soja exportadas, superando em 53% o volume de soja embarcado em fevereiro do ano anterior. No acumulado do ano, o total exportado é de 4.3 milhões de toneladas, sendo este volume 64% superior (1.7 milhões de toneladas) ao registrado no mesmo período em 2015.

Este aumento nos volumes de soja exportada nos meses de janeiro e fevereiro ficou concentrado principalmente nos portos de Santos e Paranaguá, que registraram aumento de 44% (632 mil tons) e 308% (888 mil tons) respectivamente.

O escoamento através de portos do arco norte registrou um aumento de 76% (227 mil tons), muito em razão do bom desempenho dos portos de Santarém (crescimento de 195% ou 109 mil tons) e Itacoatiara (60% ou 86 mil tons). Fator importante para o desempenho desses portos, o tempo médio de espera dos navios para carregamento de soja em Santarém e Itacoatiara, no primeiro bimestre de 2016, foi de 18 e 9 dias respectivamente.

Para os próximos meses, cerca de 11 milhões de toneladas de soja estão programadas para embarque em todos os portos do país, aguardando a atracação dos respectivos navios para carregamento, o que deverá ocorrer entre março e abril.

Apesar da maior oferta de soja no mundo, devido a safras recordes no Brasil e EUA, e o retorno da Argentina como importante fornecedor mundial da commodity, o preço internacional da soja deverá se manter no mesmo nível atual, com leve crescimento durante o ano, devido ao aumento da demanda chinesa com a retomada do crescimento daquele mercado.

O cambio continua sendo um dos principais fatores favoráveis às exportações brasileiras, sendo responsável pela manutenção das margens de lucro das operações de exportação.

Nossa estimativa é de que até o final do ano, cerca de 57 milhões de toneladas de soja sejam exportadas pelo Brasil.

MILHO

No mês de fevereiro de 2016 foram embarcadas 2.1 milhões de toneladas de milho, volume 180% superior ao exportado no mês de fevereiro de 2015, onde foram registradas 774 mil toneladas embarcadas. No ano, entre janeiro e fevereiro, o total de milho exportado é de 6.6 milhões de toneladas, 140% superior (3.9 milhões de toneladas) ao observado no mesmo período em 2015.

O porto de Santos foi o principal porto utilizado para a exportação de milho, registrando no primeiro bimestre de 2016, um total de 2.1 milhões de toneladas embarcadas, o que representa um aumento de 191% (1.3 milhões de toneladas) em relação aos volumes de milho embarcados pelo porto, no mesmo período do ano passado.

Outros portos que registraram importante crescimento no primeiro bimestre do ano, em relação ao ano de 2015, foram os portos de Barcarena (664%), São Francisco do Sul (167%), Vitoria/Tubarão (147%), Santarém (140%) e Paranaguá (91%). Somados, estes portos representaram um crescimento de 1.9 milhões de toneladas em relação ao ano anterior.

Próximo ao final do escoamento da safra 2014/2015, ainda restam aproximadamente 1 milhão de toneladas de milho programadas para embarque no próximo mês de março.

Diante de uma próxima safra de 82 milhões de toneladas, segundo ultimo levantamento da CONAB, nossa estimativa é de que sejam exportadas aproximadamente 30 milhões de toneladas de milho até o final de 2016.

Elaboração: ANEC

logo

Contato

  • Av. Brigadeiro Faria Lima, 1656
    8º andar -Conj 8 A
    Jd. Paulistano -São Paulo - SP - Brasil
  • (11) 3039-5599 | (11) 3039-5597